Quando as fortes chuvas se aproximam, o melhor é aprender a pilotar sua bike sob quaisquer condições
Pedalar no piso enlameado é uma arte de pilotagem. Poucos pilotos dominam completamente o estilo de direção quase sem controle. Vale relembrar do Campeonato Mundial de Downhill de 2011 em que Danny Hart demonstra ser de outro planeta ao pilotar sua bike em condições extremas de lama.
Se você precisa de uma inspiração para pedalar na lama, veja o que esse cara é capaz:
Para nós meros mortais, seguem cinco dicas essenciais para você mandar bem na lama.
1. Fique solto
Talvez a técnica mais importante quando se trata de andar na lama é pensar sempre “relaxado e confortável”. Basicamente, pedalar na lama vai levar sua bike para todos os tipos de movimentos estranhos e maravilhosos, o que não aconteceria no seco – e o seu trabalho é manter a calma e deixar que isso aconteça.
Nós não estamos dizendo que se a bike começar a cair, você ir com ela, mas deixe o movimento da bike debaixo de você, mantendo o corpo com o núcleo forte. Basta ver o que Danny Hart faz, sua bicicleta se move por todo o lugar, mas ele é forte como um touro mantendo-se em cima dela.
2. Diminua sua cadência
Para pedalar eficiente na lama, você precisa pensar como aplicar sua potência de forma mais uniforme em todo o pedal. Isso significa ficar sentado e diminuindo a sua cadência (quantas vezes os seus pedáis giram por minuto), mantendo a mesma potência. Isto irá aumentar sua força por pedalada e ajudá-lo a manter a aderência quando as coisas ficarem realmente escorregadias.
Se você está procurando um grande exemplo disso, basta assistir a uma corrida cyclocross, esses caras tem aquelas pedaladas suaves e poderosas, uma forma de arte.
3. Nunca derrape, reduza a velocidade
Quando se trata de frenagem na lama, é tentador fazer as mesmas ações que fazemos no seco, agarrando os manetes de freio com discos de 203 milímetros e 4 pistões, o que provavelmente resultará em um acidente desagradável. Em vez disso, procure pensar numa frenagem muito mais cedo e sutilmente modulando as alavancas para evitar as rodas derrapem.
Enquanto você conseguir manter um certo grau de controle com a roda traseira derrapando, tudo bem, mas derrapar a roda dianteira é tombo na certa. Por isso é sempre aconselhável pegar leve com o freio dianteiro.
4. Calibragem e pneu do tamanho correto
A maioria das pessoas sabe que baixar a pressão nos pneus vai ajudar quando as condições são de barro, mas saiba que as escolhas de calibragem são muitas vezes mais sutís. Quando as condições ficarem ruins, os pilotos optam por pneus para lama que conseguem cortar o barro com mais facilidade, mantendo certa aderência à superfície.
Geralmente, os pneus para lama são menores de largura e mais altos. Isto irá assegurar que a deformação do pneu seja a mesma de outro, com os benefícios para andar na lama. Caso não tenha um tipo de pneu específico para lama, pense num formato mais estreito, no entanto, de grande volume de ar.
5. Faça seu próprio paralama
Todo mundo adora uma boa dica caseira para torna a pilotagem mais fácil. Com isso, é possível fazer um paralamas a partir de uma câmera de ar velha. Corte um pedaço de modo que ela fique entre sua coroa garfo e o arco, para ajudar a prevenir lama voando entre as pernas do garfo e terminando em seu rosto. Assim, embora isso não impede da sua bike ficar suja, ele vai ajudar a manter sua visão cristalina.